Arquivo da categoria: Música da semana

Música da semana – Metade

Metade

Eu perco o chão
Eu não acho as palavras
Eu ando tão triste
Eu ando pela sala
Eu perco a hora
Eu chego no fim
Eu deixo a porta aberta
Eu não moro mais em mim…

Eu perco as chaves de casa
Eu perco o freio
Estou em milhares de cacos
Eu estou ao meio
Onde será
Que você está agora?…

Eu perco o chão
Eu não acho as palavras
Eu ando tão triste
Eu ando pela sala
Eu perco a hora
Eu chego no fim
Eu deixo a porta aberta
Eu não moro mais em mim…

Eu perco as chaves de casa
Eu perco o freio
Estou em milhares de cacos
Eu estou ao meio
Onde será
Que você está agora?

Anúncios

Música da semana – Never Without You

Nunca Sem Você

Nós eramos jovens
Era divertido
E nós não podíamos perder
Tempos eram bons
Durante a noite
Nós eramos manchete
Dias loucos e noites imprudentes
Limousines e holofotes brilhantes
Nós eramos irmãos no meio disso tudo
E sua música
Tocará
Sem você
E esse mundo
Não esquecerá
De você
Cada pedaço de você estava na sua música
Agora nós continuaremos
Nunca sem você
Com ou sem você
‘Here Comes The Sun’ é sobre você
Aqui hoje
Não sozinho
Com minhas memórias
A vida é estranha
Como as coisas mudam
É realidade
Você tocava uma melodia bonita
Que continua a me assombrar
Posso sempre sentir você ao meu lado
E sua música
Tocará
Sem você
E esse mundo
Não esquecerá
De você
Cada pedaço de você estava na sua música
Agora nós continuaremos
Nunca sem você
Com ou sem você
‘Here Comes The Sun’ é sobre você
Eu sei que todas as cosias devem passar
E só o amor durará
Eu sempre amarei a lembrança
De você e eu
E sua música
Tocará
Sem você
E esse mundo
Não esquecerá
De você
Cada pedaço de você estava na sua música
Agora nós continuamos
Nunca sem você
Com ou sem você
Nunca estamos sem você
Com ou sem você
Nunca estamos sem você
‘I Dig Love’ é sobre você.

Música da semana – Candle In The Wind

Vela ao Vento

Adeus, Norma Jean,
Embora eu nunca a tenha conhecido
Você possuía o encanto de se manter de pé
Enquanto todos à sua volta rastejavam.
Como cupins saídos das madeiras,
E sussuravam para a sua mente,
E a colocaram num moinho, dando voltas
E a fizeram mudar de nome.
E me parece que você viveu sua vida
Como uma vela ao vento,
Sem saber onde se agarrar
Quando a chuva chegava.
E eu adoraria tê-la conhecido
Mas eu era só um garoto,
Sua vela queimou muito antes
Da sua lenda se apagar.
A solidão era difícil,
Foi o papel mais difícil que você encenou.
Hollywood criou uma superstar
E a dor foi o preço que você pagou.
Até mesmo quando morreu
A imprensa ainda lhe explorou –
Tudo que os jornais tinham a dizer
Foi que Marilyn foi encontrada morta nua.
Adeus, Norma Jean,
Do jovem que aos 22 anos
Lhe enxerga como algo muito mais que sexual,
Muito mais do que apenas nossa Marilyn Monroe.