Lutando até o fim

994045_687709457908399_761711342_n

Já fazem alguns anos quando conheci a história da Ane Lopes, este blog ainda era um trabalho para conclusão de curso.  Era 14 de janeiro quando ao ler meu feed no Facebook me deparo com uma notícia triste.

Queridos amigos da Ane, encontrei aqui o face dela aberto e, como eu não tenho contato com a maioria de vocês, gostaria de informar que ela não estava em condições de atender às suas chamadas e recados. Nos últimos três ou quatro dias, ela apresentou um quadro de confusão mental cujos motivos ainda estão sendo estudados pelos médicos. No momento, infelizmente, ela está na UTI do Hospital 9 de Julho, sedada e entubada, em condição, nas palavras da médica com quem eu conversei, “bem grave”. Tem um horário de visitas mas aconselho que telefonem antes pra saber se ela poderá receber. O celular dela está aqui na casa da nossa mãe. Vamos continuar orando e obrigada pelo carinho que têm dispensado a ela durante todo esse tempo.

No dia seguinte outra notícia triste dada por um amigo de Ane.

Amigos, com muitíssima tristeza coração informo que nossa querida amiga Ane Lopes se foi. Não há palavras pra descrever toda sua força na luta contra o câncer, esbarrando em milagres dia a dia, sem perder a alegria e compaixão. Hoje ela descansa nos braços do Pai deixando um grande aperto no coração da família, amigos e conhecidos. Orem pra que Deus seja fonte de renovo das pessoas ao seu redor. Assim que tiver informações, aviso.

A garota doente mas cheia de vida com qual tive o prazer de conversar havia partido, sempre acreditamos que a batalha contra o câncer por mais difícil que seja é uma batalha vencida, mas parando pra refletir, talvez a vitória seja a morte para aqueles que estão em constante sofrimento.

Ane faria 27 anos no dia 19 de março, lutou bravamente durante 4 anos contra o câncer, nos últimos três meses sua maior preocupação era o corpo inchado (efeito colateral da quimioterapia). Tinha medo de que seus rins parassem pois foi assim que perdeu o pai (falência dos rins por causa do diabetes). Já não andava muito pois estava muito pesada, já não tinha mais apetite ou vontade de comer coisas diferentes, comia bem pouco.

Apesar de toda dor, nunca perdeu o senso de humor e de crítica. Gravou músicas no estúdio do irmão, desenhou, escreveu, falou ao telefone e sempre dizia que estava bem. Nos últimos 45 dias estava internada mas até o último instante permanecia cheia de esperança de que iria se curar.

Segundo Carmen Eliane, irmã de Ane que acompanhou de perto todo esse tempo. “Nossas tias Francisca e Elza presentearam a Ane e a minha mãe com passagens de avião marcadas para o dia 13 deste mês para viajar para Brasília e depois para Goiânia. A Ane queria muito que desse certo. Quando percebeu que não daria, me disse que eu poderia vir pra ficar com a minha mãe para que nosso irmão pudesse viajar. Ela queria ir pra casa pra ficarmos juntas até ele voltar”.

Em seus planos estavam voltar a estudar, sua maior vontade era de quando se curasse poder viajar para Argentina, queria aprender a dançar tango e beber vinho. Mesmo em alguns momentos de depressão causados por efeitos dos remédios, ela não perdia a esperança de viver, mas estava espiritualmente preparada para partir. Para Carmen dizia que não tinha medo de morrer mas que não queria ficar sofrendo, mas dizia que se essa era a vontade de Deus, então ela tinha que aceitar.

Ane Lopes

Confira abaixo, o vídeo que ela gravou assim que descobriu que tinha câncer.

Publicado em janeiro 20, 2014, em Desabafe e marcado como , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Vai com Deus Ane !!!

  2. dou meu completo apoio a você. se eh que vale. meu tumor não eh nada perto do seu… eh do tipo que te dexa viva… mas te definha.. e não se opera… foi um colega na sala de espera do neurocirurgião que deu a ideia de eu me comunicar com pessoas feito eu… o meu eh inoperável. ma me maltrata… agente precisa de força… mas não sei mais da onde tirar… todo mundo achaque meu tumor eh uma besteira.. e as vezes eu choro porque estou perdendo a visão, a percepccao e a sensibilidade dos membros e doi.. mas todo mundo ach que eh mentira… desejo o melhos pra vc e gostaria de conversar se possível .. me sentir menos louca.. menos sozinha
    http://vivendocomtumornocerebro.blogspot.com.br/

    • Oi Danielle, tudo bem?

      Primeiramente sinto muito por você se encontrar nessa situação. Atualmente tenho uma tia com o mesmo problema que o seu, ela foi operada e está em coma no hospital. Sei que quando estamos doentes não vemos nenhum lado bom nisso, mas acho importante você tentar levar os dias tirando o melhor que eles tem pra oferecer. Ela por exemplo, enquanto consciente nunca perdeu a vontade de fazer as coisas, de viver. Porque o importante não é quanto tempo se vive mas sim, como se vive.

      Se quiser conversar meu e-mail é lagrimasnoceu@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: