Maggie Steber: Rito de Passagem e o dom da memória

Foi há quase uma década que a fotógrafa Maggie Steber percebeu que sua mãe, Madje Steber, não ia ficar melhor. Embora a mãe sempre tenha vivido de forma independente, sua demência tinha chegado ao ponto em que já não seria possível.

Por isso ela resolveu criar o projeto, Rito de Passagem, que reúne fotografias e vídeos de sua mãe, foi o caminho que ela encontrou para poder lidar com a doença da mãe e para sempre se lembrar dela.  Ao longo do projeto, a fotógrafa percebeu que isso seria mais do que algo que ela fosse olhar, tirar o pó e lembrar.

O filme de Steber envolve fotos e vídeos tirados em momentos difíceis, ela diz que sua mãe saiu de si mesma e perdeu a timidez.  Maggie Steber ainda acredita que a relutância de sua mãe em ser fotografada era, um resultado de sua juventude e beleza passageira. Para ela seu projeto vai ensinar os espectadores que a doença vem em ondas, que as fases vão passar e, e que se você estiver disposto a ser um “guerreiro” em nome de quem você ama,  isso pode ter um impacto positivo no fim dessa experiência.

Os vídeos e fotografias foram feitos a fim de preservar a memória de uma mulher, de uma mãe, mas ela diz que espera que a sua decisão de compartilhar vá ajudar outras pessoas a olhar para aqueles que estão perdendo a memória. “Você tem que viver com isso para o resto de sua vida e eu só acho que se você pode viver com as memórias mais felizes, mesmo quando eles estão desaparecendo na sua frente, você tem que se apegar . E talvez seja a melhor coisa que você vai fazer”, ressalta ela.

Confira, abaixo, um depoimento de Maggie Steber, sobre o “Rito de Passagem” .

[youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=4PIXtz-FBxw#!]

Publicado em setembro 20, 2012, em Indicamos e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Uma linda iniciativa. Uma lição de amor e carinho de uma filha, que mesmo vivendo a tristeza que é uma doença prolongada, que tira, pouco a pouco o contato da pessoa com o mundo, escolheu por tornar isso, algo para ser lembrado.

    • É algo que faz a gente refletir sobre a importância das pessoas que ainda estão perto, vivas e com saúde. Será que a gente já parou pra tirar uma foto, gravar um vídeo ou dizer eu te amo para alguém que amamos?

  2. Mais do que uma história….. uma linda história de amor. Então, eterniza-se o amor!!!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: